Entrevista Com Laura Elias – livro Crepúsculo Vermelho

Entrevista  com a autora Laura Elias sobre o seu livro CREPÚSCULO VERMELHO feita por Adriano Siqueira do Adorável Noite

1. Qual é o estado do Brasil que você mora?

Moro em Santo André – SP

2. Quando começou a se interessar por Vampiros?

Os vampiros estão de tal forma inseridos em nosso imaginário que fica dificil marcar uma data, mas creio que o assunto entrou na minha vida aos poucos, meio como um mosaico, uma peça de cada vez. Livros, filmes, histórias que o povo conta, etc. Mitos fortes como vampiros estão em toda parte, mas acho que se fosse para marcar um começo, apontaria os velhos filmes de Christopher Lee como sendo o que começou a me chamar a atenção para o assunto, não perdia um!

3. O que é o Crepúsculo Vermelho?

é interessante responder isso. crepusculo Vermelho começou como um pedido da editora para um livro sobre vampiros e se tornou uma saga (serão 3 livros no total) onde, embopra esteja trabalhando com vampiros, não trabalho com o sobrenatural. Ao menos não como costumo fazer em meus outros livros. desta vez resolvi tecer uma trama mais moderna e antenada, onde vampiros são resultado do cruzamento de humanos com uma outra espécie, que embora divida o planeta conosco, nos é totalmente desconhecida. A história foi ganhando corpo conforme fui escrevendo e acabou se tornando um ótimo caminho para discutir preconceito, aceitação de diferenças, modernidade, etc. E claro, tem romance, suspense, muito sangue, muitas batalhas e muito humor, que é sempre marca registrada em tudo que faço. É uma viagem através da mitologia, da superstição, do desconhecido e do rock and roll! O livro é recheado de referências musicais e tem até uma trilha sonora. Foi um jeito de casa r duas paixões minhas: musica e escrita.

4 – O que achou dessa experiência de fazer um livro com um universo sobre vampiros?

Divertido em primeiro lugar. Quando se escreve sobre algo que não existe, se abre um leque imenso de possibilidades e é sempre um desafio interessante saber como vamos nos sair lidando com mitos tão famosos. No final, acabei me apaixonando tanto pelos vampiros do livro que sinceramente senti a morte de alguns e a tristeza de outros. Isso sem contar o quanto aprendi sobre lendas e mitos de outras culturas e sobre musica também.

5 – Quanto tempo levou para você fazer esse livro de vampiros?

Para escrever o primeiro volume, levei cerca de 2 meses, o segundo fiz em um mês e o terceiro vou começar agora em março. Aghora, para escrever sobre este assunto foram cinco anos.

6 – Quais são os seus livros e filmes favoritos?

Muitos, mas muitos mesmo. Livros eu diria que todos do Neil Gayman, Jane Austen, Zona Morta do Stephen King, todos do Joseph Campbell, Kalki do Gore Vidal, As Brumas de Avalon e mais um monte que não me ocorrem agora. leio muito, sempre li compulsivamente desde criança.

Files eu destaco Matrix (o primeiro), Clube da Luta, 2010, Billy Elliot, Quem Somos Nós, O Jovem Frankenstein, Highlander, Dracula de Bran stoker, Brokeback Montain, Siriana, etc, etc, etc.

7 – Você escreve mais gêneros além de vampiros? fale um pouco das suas outras obras.

Crepusculo Vermelho foi meu 33° livro e o primeiro sobre vampiros. Os outros 32 foram romances sobrenaturais, variando de suspense/terror a comédias leves. Sempre trabalho com argumentos que façam as pessoas pensarem além do concreto, a analisarem possibilidades alternativas como viagem no tempo, reencarnação, interação entre várias realidades, etc. Escrevi uns dois ou três livros mais pesados e densos, um deles com algumas pitadas de erotismo mais evidente (Andorinhas de Paris) e também gostei de trabalhar com o gênero.

Tenho também dois infanto-juvenis, um trabalhando com os mitos indigenas do Brasil (Indaí), outro com feiticeiros e magos (tristin Mckey) que venderam muito bem. Indaí continua à venda no formato E-book.

Como vê, passeio por vários estilos e gêneros, acho gostoso mudar e inventar coisas diferentes. Nãop conseguiria ficar escrevendo sempre sobre a mesma coisa e do mesmo jeito.

8 – Tem algum projeto para continuação do Crepúsculo Vermelho?

Sim. Serão três livros no total. O segundo – Estrela Negra – já está terminado e o próximo, ainda sem título devo começar em março deste ano.

9 – Qual é a sua dica para quem gostaria de fazer um livro de vampiros?

A dice vale para qualquer livro sobre qualquer assunto. Para escrever, é preciso ler muito. Aprender a dar forma às idéias, a colocá-las de forma que sejam interessantes e prendam a atenção do leitor, de forma a não deixá-lo largar o livro. Então é interessante estudar o texto dos grandes autores e ver de que forma eles fazem isso, como desenvolvem a trama, como apresentam os personagens. Um dos livros que admiro muito é Zona Morta, justamente por isso, Além da história ser muito bem amarrada, a maneira como o Stephen King constrói o persogaem principal é magnifica. Um mestre mesmo, sem qualquer duvida.

Especificamente sibre vampiros, é importante ler sobre os assuntos e dar uma olhada nas origens do mito, na simbologia do vampiro, no que, exatamente, ele afeta nosso psiquismo a ponto de virar um ícone mundial. Pesquisa vale para qualquer livro, mas quando se trata de mitos populares, vale mais ainda.

10 – Como podemos adquirir o seu livro?

O primeiro volume pode ser adquirido através da editora

http://www.mythoseditora.com.br/mythos_editora/

Do site da Livraria Cultura

http://www.livrariacultura.com.br

Ou através da Livraria da Vila, especialmente para quem mora em São Paulo- capital, a Vila entrega com hora marcada, sem custo adicional, para várias regiões da cidade. O teelfone da Livraria da Vila é 3062-1063.

O segundo volume, quando lançado, além das opções acima, estará também em revistarias e grandes bancas de todo país.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...