Fantasticon 2012 – como foi o 2º dia do evento

Olá insones,

A maior festa da literatura fantástica brasileira já começou. O primeiro final de semana do Fantasticon 2012 contou com muitos autores, várias atrações e muita gente bacana.

foto por Mariana Bassi (Revista Fantástica)

Por motivos de força maior só pude comparecer ao evento no segundo dia, o domingo, e logo abrindo as atrações. Moderei a mesa-redonda Ferramentas de Divulgação na Literatura Fantástica, ao lado do videomaker Leonardo Reis, criador de booktrailers como Filhos de Galagah, Senhor das Sombras e Enelock (trilogia O Legado de Goldshire, do autor Leandro Reis) e do Danilo Leonardi, o criador e produtor do vlog Cabine Literária.

Leonardo contou um pouco sobre o seu trabalho, como cria os booktrailers, o que ele acha da ferramenta e até custos envolvidos na produção de um booktrailer de qualidade. Aliás, os custos foram levantados por causa da interessante pergunta do autor Rogério Pietro que estava na platéia. Rogério perguntou sobre booktrailers que custavam R$ 60.000,00, o que deixou Leonardo um pouco assustado e provavelmente com a pulga atrás da orelha pensando se deveria ou não aumentar os valores do seu trabalho.

Já o Danilo falou bastante sobre o Cabine Literária, como começou o canal e curiosidades, como sua “briga” com a autora Giulia Moon na internet, que após esclarecidas as contendas, os dois se tornaram amigos e mantém contato através das redes sociais. Danilo falou também sobre a visão das editoras sobre os vlogs, sendo que a maioria prefere dar atenção aos blogs (inclusive blogs que nem existem mais) do que apostar em um canal do Youtube.

O tema blog rendeu um pouco mais o assunto, se estendendo por grande parte da mesa. O grande dilema sobre blogs que são criados apenas para ganhar livros e os blogs que tentam fazer um trabalho sério ainda está em alta. Tivemos a participação da Carol Chiovatto, coordenadora de comunicação e marketing da Tarja Editorial, falando sobre o sistema adotado pela editora para suas políticas de parceria e também da Larissa S. blogueira do Abra a Porta para a Imaginação. Larissa comentou um pouco sobre a dificuldade de ter iniciado um blog recentemente e não ganhar tanto crédito justamente por causa dos blogs “picaretas” que existem por aí.

Durante a mesa também citei uma ferramenta que considero essencial para a divulgação da literatura fantástica, os cenários. Quando um cenário é rico e possui ramificações, seja na divulgação ou como material extra, o leitor mergulha ainda mais na obra e se sente cada vez mais atraído pela trama e seus personagens. Sobre este assunto falarei mais em um post futuro.

foto por Mariana Bassi (Revista Fantástica)

A segunda atração da tarde também contou com minha presença no palco. A entrega dos certificados aos finalista do Concurso Hydra teve a participação do idealizador Christopher Kastensmidt e dos autores Brontops Baruk e Giulia Moon, respectivamente primeiro e terceiro colocados. A jurada do concurso Ana Carolina Silveira não pode estar presente, assim como o segundo colocado Flávio Medeiros Junior, o qual nomeou a autora Ana Cristina Rodrigues para receber o certificado para ele. Aliás, a Ana Cristina recebendo o prêmio foi um dos momentos divertidos da tarde, quando alguém (não me recordo quem, sorry!) disse que poderíamos colocar o rosto do Flávio na Ana posteriormente nas fotos. O auditório caiu na risada.

Durante o painel, nós falamos sobre o concurso de um modo geral, os bastidores, a escolha dos contos, a dificuldade de ler mais de 100 contos e o futuro do prêmio, ainda incerto, mas com grandes possibilidades de acontecer uma segunda edição. Também não pude deixar de fazer uma “menção honrosa” para o conto A Dama da Casa de Wassir, do autor Rober Pinheiro, publicado na coletânea Sagas, volume 1, da editora Argonautas. Gosto demais deste conto e foi um forte candidato a estar entre os 3 finalistas, mas esbarrou nos critérios rigorosos de escolha dos juízes, e passou “raspando”.

Não pude ficar até o final do dia, saí da biblioteca por volta das 17 horas, mas deu para reencontrar vários amigos, conhecer alguns novos autores (como o Rogério Pietro, autor do livro Gabriel Querubim e os Guardiões dos Sonhos) e trocar figurinhas com algumas pessoas que só conhecia pela internet, como o Duda Falcão, importado diretamente da comitiva que veio do Rio Grande do Sul.

No próximo final de semana, dias 22 e 23 de setembro, o Fantasticon continua e com muitas atrações, lançamentos e encontro com autores. Confira a programação no site oficial http://fantasticon.com.br.

… … …

http://a1.twimg.com/profile_images/437119069/foto_tiago_reasonably_small.jpgTiago Castro é publicitário, roteirista e criativo transmídia, além de colaborador como estrategista de comunicação dos eventos Fantasticon e Sarau Fantástico. Ideias elevadas à potência máxima!
No twitter @castrinho

 

Publicitário, estrategista de conteúdo, organizador do Concurso Hydra de Literatura Fantástica Brasileira e coorganizador dos eventos Fantasticon e Sarau Fantástico.

Twitter LinkedIn Google+ 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...